Facebook Pixel Code

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Significado da Pedra Diamante

Características e Curiosidades

Os Diamantes são considerados por algumas pessoas como a mais pura expressão das pedras preciosas jamais produzida na face da terra. 

Sua claridade e capacidade para refratar o inteiro espectro da luz não encontra rival no mundo das pedras preciosas. 

Eles ficam fosforescentes quando expostos ao rádio, polônio ou ao actimun.

 São, sem dúvida, a mais dura substância produzida pela natureza.

Os Diamantes são compostos de carbono puro e formados pela ação de intenso calor e pressão durante milhares de anos.

 Devido à sua dureza e pureza, têm aplicação tanto industrial quanto em jóias e para fins curativos. São um símbolo de riqueza e poder e objeto de desmedido desejo por séculos.

Os Diamantes e as rosas são muitas vezes considerados as duas únicas coisas da natureza que alcançaram seus pináculos evolucionários.

Quando considerado para finalidades curativas, deve-se ignorar o seu valor material e se concentrar somente sobre a relação da pedra com a energia. 

Em virtude da sua habilidade para amplificar a energia daquilo com que tem contato, o Diamante é freqüentemente utilizado em combinação com outras pedras preciosas ou cristais. 

Se usado, por exemplo, com a Água- Marinha, o Diamante aumenta as propriedades de limpeza e quietude mental que as Águas-Marinhas ajudam a produzir. 

Se usado sozinho o Diamante amplia a energia do usuário, inclusive, infelizmente, qualquer energia negativa que este possa ter. Porém, se a energia for positiva, ela será ampliada a ponto de alcançar a pureza da luz branca.

A luz branca é o perfeito equilíbrio de todas as cores. Trata-se de um estado ideal, em que todos os seus componentes trabalham em conjunto para produzir energia em seu estado mais puro. 

Consequentemente, se você tiver uma atitude positiva, você pode aprender com os Diamantes a balancear e misturar todos os aspectos de sua vida em uma entidade pura e coesa que, em troca, amplifica o estado de energia que o circunda.

Certos autores alegam que a luz azul do espectro de cor de um Diamante é benéfico ao glaucoma por causa da capacidade da pedra em refratar todas as cores sem diluí-las ou filtrá-las. Já se sugeriu também que os Diamantes são benéficos para o cérebro e os testículos. 

Como jóias, devem ser usados principalmente em brincos.
O folclore sobre os Diamantes é conflitante. Eram considerados um antídoto para venenos e, no entanto, a pedra em si era tida como um veneno poderoso. 

Além disso, o médico italiano Gonelli afirmava que o Diamante tornava-se escuro em presença dos venenos.
Uma outra característica atribuída ao Diamante era sua capacidade de proteger contra a peste e a pestilência, sendo a prova de seus poderes o fato de que a peste atacava as calasse mais pobres e poupava os ricos, que podiam cobrir-se com eles.

O Lapidaire de Alfonso X recomendava os Diamantes para doentes de bexiga, mas somente para casos desesperados.

 Marbodus sugeria os Diamantes para a cura da insanidade, enquanto que Himus alertava que era perigoso o uso de pedras de qualidade inferior para propósitos curativos, não somente porque dificilmente curariam doenças, mas porque poderiam causar aleijões, icterícias, pleurisia ou mesmo lepra, como efeito colateral. 

Os Diamantes de boa qualidade só poderiam ser usados – e assim mesmo judiciosamente - após uma purificação de sete dias em urina de vaca. Entretanto, em todos os casos, a pedra deveria tocar a pele para ser efetiva e, de acordo com uma superstição geral, o poder do Diamante como talismã tornava-se sem efeito se ele fosse comprado – ele só poderia ser recebido como um presente ( o espírito habitante da pedra ficava ofendido se fosse comprado ou vendido).

Tradicionalmente, o Diamante era o símbolo da bravura e da invencibilidade, o equivalente macho da Pérola. Supunha-se que ele trazia vitória a seu usuário, dotando-o de uma força superior, resistência e coragem. Marbodus diz que é uma pedra de grande poder em dispersar espectros noturnos e, para esse propósito, deve ser usado com outro no braço esquerdo. 

Santo Hildegardo afirmava que o Diamante era o grande inimigo do diabo porque resistia a seus poderes de dia e de noite.

Cardano, no entanto, fala o seguinte a respeito deles: “Acredita-se que torne o usuário infeliz, uma vez que seus efeitos são os mesmos sobre a mente que os dos ol sobre os olhos, pois o último mais escurece do que reforça a vista. 

Ele realmente nos deixa sem medo, mas não há nada que contribua mais para nossa segurança que a prudência e o medo, portanto é melhor ter medo”.

Tendo sido associado ao relâmpago, acredita-se também que a origem dos Diamantes estava nos trovões. Por outro lado, afirmava-se muitas vezes que era consumido ou dissolvido por trovões (nada ilógico, assumindo que a mesma força que os formava poderia destruí-los). 

Um fato desconhecido na Europa do século XIV era que o Diamante podia ser inteiramente dissolvido à alta temperatura.

Os árabes e persas, assim como os egípcios modernos, concordam em atribuir ao Diamante o maravilhoso poder de trazer boa sorte. 

O rabino Benoni ( um místico do século XIV), assegurava que ele produzia sonambulismo e que, como talismã, atraía influências planetárias tão fortemente, que tornava o usuário invencível. Também se dizia que provocava um estado espiritual de êxtase.

Um alquimista do mesmo século, Pierre de Boniface, assegurava que o Diamante tornava invisível seu usuário.

Com todos esses atributos, não é surpresa que os poderes sexuais e de reprodução fossem associados com os Diamantes.

 Sir John Mandeville escreveu: ”Eu muitas vezes tentei a experiência que, se um homem conserva com ele um pedaço da pedra e rega-a freqüentemente com o orvalho de maio, ela crescerá a cada ano, e o menor se tornará o maior”. 

Caso os Diamantes se reproduzam ou não quando encorajados é compreensível que ainda hoje os brilhantes – Diamantes lapidados- sejam usados em anéis de casamento: acredita-se que eles reforcem o amor do marido pela esposa.

Os efeitos das Esmeraldas e Ametistas são essencialmente ampliados pelos Diamantes.

Ele tem afinidade zodiacal com todos os signos e é comumente designado como pedra de nascimento para aqueles de abril.


Utilização

Use-o próximo à pele, coloque-o ou segure-o no lugar mais apropriado. Particularmente eficaz quando usado nas orelhas, especialmente para nos proteger contra as emanações dos telefones celulares. 

Efeitos terapêuticos:

  • Chakras: Todos
  • Saúde: Melhoria Geral
  • Indicação: Melhoria Geral

Usos e aplicações:

  • Pedra da profissão: Atletas, Bancários, Cientistas, Cirurgiões, Dentistas, Estudantes, Fazendeiros, Jardineiros, Terapeutas Alternativos.
  • Pedra do signo de: Todos
  • Tipo de energia: Prosperidade

Características técnicas:

  • Ocorrência: Raro
  • Dureza: 10 Mohs
  • Composição Química: Carbono Cristalizado
  • Procedência: África, Austrália, Brasil, Índia, Rússia, Estados Unidos. 

Aonde encontrar e comprar a Pedra Diamante

Você vai encontrar muitas ofertas para comprar Pedra Diamante em natural ou em forma de jóias e objetos de decoração no site da Cristais Aquarius no link abaixo:   Acesse já, escolha o seu Diamante
e aproveite bem as energias desta pedra !

Nenhum comentário:

Postar um comentário